capälla

Especiais

Uma página com as contribuições de nossos especialistas.

Retrofit: 

mais que uma tendência, uma necessidade 

Melhorar a eficiência energética, o conforto e a qualidade do ambiente das edificações em uso, é a essência atrás do conceito do RETROFIT.

A ENVOLVENTE, sendo a pele da construção, é fundamental para que as melhorias internas (iluminação, ar condicionado, aquecimento, ventilação, controle de umidade, etc.) exerçam seu desempenho de forma otimizada.

Coberturas
Fachadas
Envidraçamento
Aberturas

RETROFIT não é facelift; é a intervenção construtiva e de equipamentos, de edifícios em uso, que permite construções mais eficientes, confortáveis e responsáveis.

Pensando em Retrofit? Como fazer o investimento correto?

Quatro perguntas podem orientá-lo para um investimento eficiente e rentável do RETROFIT.

1

2

3

4

Quais são os principais motivos para pensar numa intervenção da construção em uso?

Custo da manutenção, custo dos serviços, depreciação do imóvel, atualização arquitetônica, patologias irreversíveis, riscos à segurança, lineamentos sustentáveis, insatisfação do usuário?

Qual é o nível da intervenção que preciso fazer?

RETROFIT integral, incluindo equipamentos e sistemas construtivos; operacional, modernizando equipamentos com maior eficiência e menor consumo; construtivo, melhorando o desempenho passivo da edificação; ou renovação, manutenções pontuais que retornem as características originais da construção (não é considerado RETROFIT, mas é um tipo de intervenção muito usual e efetiva se a construção teve concepção eficiente).

Quais desempenhos funcionais e estruturais preciso incorporar para obter o investimento e o retorno esperado?

Pense no Tripé Conceitual do RETROFIT da ENVOLVENTE: Desempenho, Habitabilidade e Segurança, decompostos em elementos críticos para a durabilidade e funcionamento da edificação.

Que tipo de sistemas construtivos são convenientes para o RETROFIT?

O mercado oferece produtos com um espectro amplo de soluções e em muitos casos, vários sistemas construtivos atendem os requisitos propostos, facilitando a criação arquitetônica. Para a ENVOLVENTE, dividimos os elementos em quatro: coberturas e impermeabilização, Fachadas e Fechamentos, Envidraçamento e Acessos e Aberturas.

Com a correta aplicação de recursos, materiais, técnicas e processos, a transformação da ENVOLTÓRIA, terá um resultado contundente na procura da excelência operacional.

capälla

especificadores e desenvolvedores